Legado

Com 37 leis de sua autoria aprovadas, André Lazaroni herdou da mãe uma trajetória de lutas a favor do Meio Ambiente, do Esporte, da Educação e da Cultura, tanto como deputado, quanto durante suas passagens pelo Poder Executivo, como secretário de Estado.

Desde seu primeiro mandato, ainda como “André do PV”, Lazaroni atua em defesa do Meio Ambiente. Entre outras ações, proibiu a comercialização de madeira sem a certificação do Ibama, criou a Lei do Selo Verde para empresas que promovem destino final adequado para plásticos, realizou operações para a apreensão de animais vendidos ilegalmente, criou uma cartilha reunindo todas as leis relacionadas à defesa do Meio Ambiente, comandou vistorias em lixões irregulares, aprovou a Lei que obriga o Estado a monitorar a qualidade das areias nas praias, incentivou o uso de bicicletas, obrigou a substituição de sacolas plásticas em supermercados e lojas, levou o ônibus da Comissão de Defesa do Meio Ambiente para o interior do Estado e conseguiu fazer com que novos prédios passassem a captar água da chuva para reutilização. A lei que autoriza a criação do primeiro Banco Público de Células-Tronco do Brasil também foi uma conquista de André Lazaroni.

A causa animal também é uma bandeira constantemente defendida por André Lazaroni. Ele é autor do atual Código Estadual de Proteção aos Animais, em vigor desde outubro de 2018, fruto de um Projeto de autoria do então deputado. O texto garante maior proteção e define melhor as regras que tipificam crimes praticados no Estado do Rio, além de estabelecer os tipos e funções sociais das diversas espécies.

Ainda há Projetos de Lei de autoria de André Lazaroni que tramitam na Alerj, como o que cria o Código Ambiental do Estado do Rio de Janeiro.

No Executivo, como secretário de Estado de Esporte e Lazer e na direção da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj), Lazaroni auxiliou na transição do Novo Maracanã e lutou pela preservação dos complexos esportivos Célio de Barros e Julio Delamare. Durante sua gestão, o interior fluminense foi priorizado e recebeu projetos de saúde, bem-estar e prática de vida saudável. Foram instaladas academias funcionais gratuitas em Búzios, Paraíba do Sul, Angra dos Reis, Saquarema, Rio das Flores, Seropédica e São Gonçalo. O interior também recebeu escolinhas de futebol do jogador Leonardo Moura e de artes marciais dos campeões Anderson Silva e Vitor Belfort. Dentre outras conquistas à frente da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, destaca-se, também, a realização do Esporte RJ, até hoje considerado o maior projeto esportivo da América Latina, com a abertura de quase 900 núcleos em todas as 92 cidades do Estado do Rio, beneficiando 300 mil pessoas.

EM 2017, como secretário de Estado de Cultura e presidente do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, num momento em que a economia fluminense atravessava uma das mais graves crises de sua história, André Lazaroni democratizou o acesso às artes no interior fluminense e manteve funcionando equipamentos importantes, como o próprio Theatro Municipal. À frente da Secretaria, também promoveu a Caravana Rio Criativo, levando oficinas e consultorias gratuitas de gestão para artistas e produtores culturais em todas as regiões, tratando a Cultura como oportunidade de desenvolvimento econômico, com formação profissional e realização de novos negócios.  Quando assumiu a pasta, encontrou as Bibliotecas Parque estaduais fechadas e iniciou um trabalho que possibilitou a reabertura gradual de todas as unidades: Niterói, Manguinhos, Rocinha e Centro.

No fim de 2017, André Lazaroni reassumiu seu mandato de deputado estadual na Alerj e criou a Frente Parlamentar da Cultura e da Economia Criativa, fortalecendo ações e programas de capacitação profissional, fomento e incentivo às atividades culturais em todo o Estado, além e apoiar ações da Secretaria.

André Lazaroni tornou-se secretário de Estado de Governo do Rio de Janeiro em novembro de 2020, após um período como assessor especial da Secretaria da Casa Civil. Ele foi nomeado pelo governador Cláudio Castro com o intuito de auxiliar na reorganização do Executivo e resgatar o diálogo com o Poder Legislativo, objetivo conquistado com maestria, devido à capacidade de articulação e excelente relacionamento com os demais deputados da Assembleia Legislativa, mesmo entre aqueles que não comungam dos mesmos ideais políticos.

Durante o período em que compôs a equipe do governador Cláudio Castro, André Lazaroni também contribuiu com a segurança pública, auxiliando na reorganização do Programa Segurança Presente. O setor também foi beneficiado com a aprovação e sanção de uma Lei de autoria de Lazaroni, que autoriza o Governo a alienar bens imóveis do Estado para moradias de servidores da segurança pública.

Lazaroni também participou do lançamento das obras importantes, como a revitalização da Cruzada São Sebastião, comunidade na Zona Sul do Rio pela qual ele sempre lutou enquanto deputado.

Secretaria de Governo

André Lazaroni tornou-se secretário de Estado de Governo do Rio de Janeiro em novembro de 2020, após um período como assessor especial da Secretaria da Casa Civil. Ele foi nomeado pelo governador Cláudio Castro com o intuito de auxiliar na reorganização do Executivo e resgatar o diálogo com o Poder Legislativo, objetivo conquistado com maestria, devido à capacidade de articulação e excelente relacionamento entre os deputados da Assembleia Legislativa, mesmo entre aqueles que não comungam dos mesmos ideais políticos.

Durante o período em que compôs a equipe do governador Cláudio Castro, André Lazaroni também contribuiu com a segurança pública, auxiliando na reorganização do Programa Segurança Presente. O setor também foi beneficiado com a aprovação e sanção de uma Lei de autoria de Lazaroni, que autoriza o Governo a alienar bens imóveis do Estado para moradias de servidores da segurança pública.

Lazaroni também participou do lançamento das obras importantes, como a revitalização da Cruzada São Sebastião, comunidade na Zona Sul do Rio pela qual ele sempre lutou enquanto deputado.

De volta ao PV

Após cumprir a missão dada pelo governador, André Lazaroni deixou o Executivo Estadual e passou a dedicar-se ao seu projeto de retomada de suas origens na luta pelo meio ambiente. Em 2022, retornou às origens, filiando-se ao Partido Verde, onde tudo começou. Diante do atual cenário no qual o Brasil vê cada vez mais ameaçadas suas áreas verdes, mares e rios, Lazaroni lidera um movimento de resgate ambiental, convocando, principalmente, os mais jovens a se engajarem na política na luta por um país mais sustentável, capaz de garantir o bem-estar desta e das próximas gerações.

Compartilhe nas redes sociais
Share on Facebook
Facebook
Pin on Pinterest
Pinterest
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin